Tudo Sobre Plantas Medicinais e suas Utilidades – Nomes de A a Z

Atualizado em: 2019/04/10

Tudo Sobre Plantas Medicinais e suas Utilidades – Nomes de A a Z
4.5 (89.23%) 91 vote[s]

Sempre é bom conhecer os benefícios das plantas medicinais para utilizá-las quando necessário. Isto porque, existe uma longa lista com nomes de diversas plantas e ervas com propriedades medicinais que podem ser usadas como remédio, chá, óleo ou apenas como tempero.

plantas medicinais
Ervas e plantas que curam

No meio ambiente, cada cultura tem as suas plantas medicinais favoritas e, de fato, em todos os continentes, encontram-se plantas que curam doenças comuns que podem nos afetar. No entanto, há algumas plantas ou ervas medicinais que já são universais porque se espalharam por todo o mundo.

Em tempos não tão distantes, estão sempre presentes em quintais e cozinhas, muitas são utilizadas para curar problemas de estômago, gripe, insônia, ansiedade, diabetes, impotência sexual, palpitações e entre outras condições.

O que são plantas medicinais?

As plantas medicinais são aquelas susceptíveis de serem utilizadas para algum fim curativo. Elas contêm substâncias com propriedades benéficas para a saúde do nosso organismo.

Deve-se diferenciar as plantas medicinais da fitoterapia, pois esta é usada para denominar a ciência que estuda o uso de produtos de origem vegetal com um fim terapêutico, usando como base para seus medicamentos, as drogas vegetais extraídos de plantas medicinais.

O conceito de droga vegetal faz referência a parte exata da planta medicinal que é usada com um fim terapêutico; deste modo, a droga vegetal se adapta à forma farmacêutica adequada para ser consumida.

Nomes e Para que Serve

Cúrcuma

A cúrcuma é popular no tratamento de uma ampla variedade de condições, incluindo, flatulência, icterícia, hepatite, problemas menstruais, problemas de urina, hemorragia, dor de dente, dor de peito, cólicas e diarreia.

A cúrcuma em geral não causa efeitos colaterais significativos. No entanto, algumas pessoas podem sentir dor de estômago, náuseas, tonturas ou diarreia.

Maca Peruana

De origem peruana, a Maca Andina, Lepidium meyenii, é considerada uma raiz com propriedades antidepressivas, estimuladora do sistema imunológico, muito benéfica para aliviar os sintomas da menopausa, com alto poder afrodisíaco tanto em homens como mulheres, reguladora de hormônios e que ajuda a prevenir alguns tipos de câncer.

A raiz da maca peruana garante o aporte de energia necessário para enfrentar o estresse diário, e também tem o poder da fertilidade. É um superalimento muito utilizo como estimulante sexual, além de ser um potente protetor da memória e da pele.

Moringa

A Moringa Oleifera é conhecida e utilizada por ser muito rica em nutrientes e poder ser usada em uma infinidade de remédios naturais para manter e recuperar a saúde. Com fins medicinais e nutricionais emprega-se, literalmente, toda a árvore: podem-se usar as folhas, os frutos, as sementes, as raízes e a casca. Já na Ayurveda (medicina tradicional indiana) indicava que a moringa era utilizada como remédio natural para mais de 300 doenças.

A Moringa é conhecida por suas propriedades medicinais, e pela grande variedade de usos terapêuticos e nutricionais.

Entre os nutrientes da moringa podemos destacar que suas folhas são ricas em: Vitamina C, possui Vitamina A, Vitaminas do grupo B (B1, B2, B3, B5, B6), Vitamina E, Vitamina K, minerais como o potássio, ferro, cálcio, fósforo, selênio, magnésio, triptofano e zinco.

A moringa é utilizado na medicina tradicional para casos de: asma, hepatite, epilepsia, diabetes, doenças cardíacas, tosse, pressão alta, artrite, doenças dos rins, anemia, desnutrição, bronquite, doenças de pele, tuberculose, problemas dos olhos, sintomas da menopausa.

Além disso, a moringa tem ação anti-inflamatória, efeito antibiótico e retarda o envelhecimento.

Stévia

A stévia é um pequena planta que não costuma ultrapassar os 80 cm de altura, perene, da família dos crisântemos, que normalmente cresce na América do Sul. O extrato de stévia é 200 vezes mais doce que o açúcar, não provoca o aumento dos níveis de insulina no sangue. É isso que a torna tão popular.

O gosto da estévia tem um início lento e uma duração mais longa do que a do açúcar, e alguns de seus extratos podem ter um sabor amargo ou alcaçuz em altas concentrações.

Valeriana

Graças à sua ação sedativa, a Valeriana Officinalis ajuda a diminuir a atividade do sistema nervoso central e do cérebro, exercendo um efeito relaxante, ideal para aqueles que sofrem de insônia. Estes efeitos tranquilizantes também parecem ser eficazes na redução da ansiedade e do estresse.

Ginseng

A raiz de ginseng, proveniente da Ásia, é uma das plantas medicinais com muitas propriedades benéficas. Contribui para aumentar o desempenho físico e mental, favorece a memória e reduz a sensação de cansaço, o que faz com que seja comumente utilizado entre os estudantes.

Além disso, ajuda a aumentar imunidade do organismo; é por isso que se costuma utilizar com frequência na prevenção de gripes e resfriados e contribui para a redução da pressão arterial.

Tribulus Terrestris

Tribulus Terrestris é considerada uma das plantas medicinais mais potentes do mundo, ficou famosa por ser bastante utilizada por atletas de elite para aumentar a resistência física.

O Tribulus exerce sua função sobre a testosterona e a libido, assim como também atua sobre o humor, diminui o peso de forma rápida, ajuda a obter um sono reparador, protege o sistema cardiovascular e é usado para evitar as dores musculares crônicas.

Marapuama

Marapuama é uma erva afrodisíaca natural bastante utilizada com um eficaz método terapêutico natural para a perda da libido em ambos os sexos.

Além disso, as propriedades da marapuama demonstraram a sua eficácia no equilíbrio do sistema nervoso, fortalecimento do sistema imunológico e o apoio a saúde geral.

Rhodiola Rosea

Rhodiola Rosea é uma erva medicinal popular que se desenvolve no clima frio. Ela possui vários benefícios para a saúde, e pode aumentar a energia física e mental, durante momentos de estresse.

Pata de Vaca

Entre as plantas mais utilizadas na medicina popular para o tratamento da diabetes estão as espécies do gênero Bauhinia (Fabaceae), popularmente conhecido no Brasil como “pata de vaca“. Devido a este fato, está incluída na lista de ervas medicinais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Canela de Velho

A Miconia albicans, mais conhecida como Canela de Velho, é uma erva medicinal bastante indicada para tratar dores articulares e inflamações devido ao seu efeito anti-inflamatório.

Feno Grego

Trata-se de um tipo de planta que pertence à família das euforbiáceas, seu nome científico é Trigonella foenum graecum. As sementes de Feno-Grego têm um perfil nutricional muito saudável, contendo uma boa quantidade de fibras e minerais, como ferro e magnésio.

8 comentários em “Tudo Sobre Plantas Medicinais e suas Utilidades – Nomes de A a Z”

Deixe um comentário