Feno Grego – Conheça os benefícios e entenda para que serve

Atualizado em: 2019/10/30

O Feno Grego é um tipo de erva de caráter nativo que pode apresentar muitas vantagens para a saúde. Além de atuar na prevenção de inúmeras doenças, é capaz de compor o organismo com as vitaminas necessárias.

feno grego
Sementes de Feno-Grego

Para que Serve?

É um tipo de erva de origem europeia e asiática, mais conhecida como “alfarva”. Trata-se de um dos mais antigos elementos medicinais com cultivo, e tem utilidade terapêutica. O feno-grego, atualmente, faz parte da agricultura de vários países.

Pode alcançar a 0,3 metros a até 0,8 metros de estatura, composto por flores nas cores brancas que aparecem em início do verão e têm desenvolvimento numa espécie comprida, amarelada ou em marrom das cascas que fazem o abrigo das suas sementes.

Este elemento apresenta uma diversidade de benefícios. Tem consideração como uma substância anticancerígena, redutora dos graus da glicose para quem tem diabetes e apresenta uma funcionalidade antioxidante, impedindo os prejuízos provocados pelos radicais livres.

Composição

O feno-grego apresenta, nas sementes, os seguintes compostos e propriedades benéficas:

  • niacina;
  • vitamina C;
  • potássio;
  • proteínas;
  • diosgenina;
  • lisina;
  • alcaloides;
  • L-triptofano.

Tal erva tem consideração como uma planta capaz de melhorar a digestão aliada a uma função aprimorada do sistema, em questão.

É possível o consumo com o objetivo da perda de gordura corporal. Isto porque é uma substâncias laxante e inibidora do apetite.

Ainda, o feno grego é capaz de reduzir os desconfortos do período da menstruação, minimizando os sinais da menopausa. É possível que o seu uso aconteça de maneira a promover o tratamento das seguintes condições:

  • anorexia;
  • anemia;
  • celulites;
  • gastrites;
  • condições de desenvolvimento infantil;
  • inflamação;
  • caspa;
  • queda de fios de cabelo;
  • furúnculos.

Uma das principais utilidades e vantagens da erva, em questão, portanto, é o estímulo da produtividade do leite em público feminino que amamenta.

O público materno sente a elevação da produtividade do leite 24h a 72h depois da primeira dosagem da erva.

Saúde Sexual

Esta dose compreende o quantitativo de 3500 mg ao dia e é essencial para a produção de todos os seus benefícios.

Em razão dos elementos estrógenos da erva, as sementes possibilitam o uso para um aumento da libido e redução dos sinais de ondas calorosas.

Suas propriedades também auxiliam a diminuir a oscilação do humor, o que acontece muito em fase do climatério e TPM.

Propriedades

A erva é um dos elementos mais antigos da medicina natural, e é composta por nutrientes essenciais para que o organismo funcione adequadamente. Dentre eles, podemos citar:

  • zinco;
  • cálcio;
  • ferro;
  • betacaroteno.

É composta por fibras alimentares, que apresentam a capacidade de aprimorar a função metabólica da glicose. Ainda, é composta por taninos, mucilagem, hemicelulose e pectinas.

Tudo isso é responsável pela inibição de absorções dos sais da bile intestinal. Por isso, é muito fácil controlar o colesterol com esta substância natural.

A erva, em questão, também apresenta proteínas denominadas como:

  • albumina;
  • lecitina;
  • globulina.

Este elemento apresenta uma proporção alta de substâncias dos aminoácidos, capazes do estímulo do exercício insulínico. Há, também, um quantitativo pequeno de elementos vitamínicos como:

  • vitamina A;
  • vitamina B1 e B2;
  • vitamina C.

Benefícios do Feno Grego

A planta medicinal também oferece inúmeros benefícios, capazes de atuar na manutenção da saúde. Confira:

Sistema Imunológico

A erva apresenta efeito anti-inflamatório. A ação ocorre em razão dos alcaloides, flavonoides e saponinas. Estes elementos auxiliam a tratar as inflamações de caráter crônico.

Estas plantas também apresentam efeito antimicrobiano, que auxilia no combate de vários micro-organismos como fungos, vírus e bactérias.

Sistema Gastrointestinal

Este elemento tem utilidade em diversas condições digestivas, como as seguintes:

  • inflamação estomacal;
  • má digestão;
  • dores gástricas;
  • prisão de ventre;
  • inflamação intestinal.

Em razão de ser composta pela fibra solúvel, auxilia a evitar a constipação. Os óleos essenciais desta erva também ajudam a aprimorar a digestão.

Esta planta medicinal também promove o alívio da colite ulcerativa, em razão da ação anti-inflamatória.

Saúde Hormonal

A erva auxilia a manter as substâncias hormonais femininas balanceadas, reduzindo sinais de TPM e menopausa.

Para tanto, é fundamental acrescentar esta planta na alimentação diária com quantitativo de 3 gramas ao longo das refeições.

Saúde Cardíaca

Auxilia na redução do grau do colesterol e do nível de lipoproteína LDL. É capaz de atuar na prevenção de diversas patologias como o AVC, aterosclerose, ataques do coração e afins.

Suas sementes apresentam 25% de galactomanano. Trata-se de uma fibra natural solúvel com referência específica a reduzir patologias cardiovasculares.

Controle de Diabetes

A erva auxilia a controlar a diabetes tipo 2, que tem fartos documentos por diversos estudos e pode, também, auxiliar do tipo 1.

As pesquisas científicas revelaram que a erva, em questão, adicionada à alimentação dos diabéticos promovem a redução do grau do açúcar na urina, em até 54%.

Alívio da Constipação

Esta erva medicinal faz a adição do volume nas fezes, em razão da alta quantidade de fibras. Isto ajuda a tratar a constipação e a diarreia, aliviando também a indigestão.

Como Tomar?

Os fragmentos utilizados da erva medicinal são as suas sementes. Nelas, é possível encontrar todas as propriedades benéficas.

As sementes podem ter uso moído e diluído no leite, bem como em infusões, cápsulas e afins.

Compressas

Para o uso em gargarejos, compressas e lavagem vaginal, o ideal é fazer uso de duas colheres da semente em uma xícara de água. Ferva as sementes na água em 10min.

Depois disso, coe e utilize o chá em compressas na região do couro cabeludo para tratar calvície e caspas também.

Chá

  • Utilize uma xícara de água em temperatura fria com duas colheres do feno grego.
  • Deixe repousar por 3h, e depois ferva os elementos, coando e bebendo em temperatura morna.
  • O ideal é consumir o chá 2x por dia para tratar as condições mencionadas da TPM, constipações e afins.

Cápsulas

  • Consuma 1 cápsula do elemento medicinal, 2h antes de se alimentar, com dois copos de água ou de acordo com recomendação de profissionais.

Torne a sua saúde mais destacável com o auxílio de produtos naturais! Consuma o feno grego e melhore a qualidade de vida!

5 comentários em “Feno Grego – Conheça os benefícios e entenda para que serve”

  1. Tenho histórico de gastrite há muitos anos, e também tive o hp. No início desse ano tive uma forte crise de gastrite como nunca tinha aconteceu antes. A gastro me passou, como de costume, a endoscopia, enquanto aguardava a data do exame, redolvi tomar o chá de femo grego 3 vezes ao dia, durante uma semana. Quando chegou o dia do exame, eu estava muito preocupada porque em muitos anos, mesmo sem sentir dores, nos resultados acusavam “erosão, rachadura etc… para minha surpresa, depois que fiz esse tratamento com femo grego, o resultado foi surpreendente, o meu estômago completamente saudável !!! RECOMENDO

  2. Eu estou com um pobrema que tudo que eu como dá diarreia eu estava pesquisando sobre algum remédio específico para isso encontrei esse feno-grego gostaria de saber se ele serve para esse problema

  3. Olá espetacular o efeito deste medicamento e alimento feno grego estou me sentindo ótimo das dores de gastrite e das flatulência intestinais, eu estou associando feno grego e o coentro é realmente uma dupla imbativel, larguei o omeprazol, etc, ótimo parabéns apenas três vezes por dia uma xícara antes das refeiçoes

Deixe um comentário